Este site é uma criação de Dado.pag










*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* BANNER *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*












*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* MÚSICA *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*












*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* PARCEIROS *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*




FuteAki - Porque futebol é aqui!









*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* HISTÓRICO *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*




- 19/05/2013 a 25/05/2013
- 12/05/2013 a 18/05/2013
- 05/05/2013 a 11/05/2013
- 03/03/2013 a 09/03/2013
- 24/02/2013 a 02/03/2013
- 17/02/2013 a 23/02/2013
- 03/02/2013 a 09/02/2013
- 27/01/2013 a 02/02/2013
- 20/01/2013 a 26/01/2013
- 06/01/2013 a 12/01/2013
- 30/12/2012 a 05/01/2013
- 16/12/2012 a 22/12/2012
- 16/09/2012 a 22/09/2012
- 09/09/2012 a 15/09/2012
- 26/08/2012 a 01/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 20/05/2012 a 26/05/2012
- 13/05/2012 a 19/05/2012
- 01/04/2012 a 07/04/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 26/02/2012 a 03/03/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 29/01/2012 a 04/02/2012
- 22/01/2012 a 28/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 01/01/2012 a 07/01/2012
- 18/12/2011 a 24/12/2011
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 27/11/2011 a 03/12/2011
- 13/11/2011 a 19/11/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 30/10/2011 a 05/11/2011
- 23/10/2011 a 29/10/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 25/09/2011 a 01/10/2011
- 18/09/2011 a 24/09/2011
- 11/09/2011 a 17/09/2011
- 04/09/2011 a 10/09/2011
- 28/08/2011 a 03/09/2011
- 21/08/2011 a 27/08/2011
- 14/08/2011 a 20/08/2011
- 07/08/2011 a 13/08/2011
- 31/07/2011 a 06/08/2011
- 24/07/2011 a 30/07/2011
- 17/07/2011 a 23/07/2011
- 10/07/2011 a 16/07/2011
- 03/07/2011 a 09/07/2011
- 26/06/2011 a 02/07/2011
- 19/06/2011 a 25/06/2011
- 12/06/2011 a 18/06/2011
- 05/06/2011 a 11/06/2011
- 29/05/2011 a 04/06/2011
- 22/05/2011 a 28/05/2011
- 15/05/2011 a 21/05/2011
- 08/05/2011 a 14/05/2011
- 01/05/2011 a 07/05/2011
- 24/04/2011 a 30/04/2011
- 17/04/2011 a 23/04/2011
- 10/04/2011 a 16/04/2011
- 03/04/2011 a 09/04/2011
- 27/03/2011 a 02/04/2011
- 20/03/2011 a 26/03/2011
- 13/03/2011 a 19/03/2011









*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* SOU SÓCIO *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*



Associação Internacional dos Blogueiros da Net                 www.dado.pag.zip.net


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* TEMPO *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*




*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* SITES LEGAIS *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*




*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* COMENTÁRIOS *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*











*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* VISITAS *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*













*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...* CRÉDITOS *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*








 Superclássico das américas

Falhei. Falhei não publicando nada, sobre os dois jogos, entre Brasil e Argentina. Mas, cá estou eu, pronto para emitir minha opinião sobre essas duas partidas, que, querendo ou não, valem uma taça.

 

‘’SuperClássico das Américas’’. O nome é exageradíssimo, um Brasil e Argentina com limitação na convocação, não é Brasil e Argentina, e não venha me dizer que o que importa é o escudo no peito, o que importa é a liberdade de convocação, para que os treinadores possam montar equipes fortes, é daí que vem o nome SELEÇÃO, é o fato de um treinador poder convocar jogadores do mundo inteiro. Convenhamos, a Seleção Brasileira até está menos deformada que a Argentina. Mas, os nossos Hermanos estão realmente com uma equipe reserva.

O primeiro jogo mostrou que não podemos esperar muita coisa desse ‘’superclássico’’, inclusive na minha opinião, Réver foi o melhor em campo. Tivemos uma belíssima jogada de Leandro Damião em que a bola bateu na trave após uma linda lambreta e um chute, do mesmo Damião, na trave. Tirando isso, nem mais um lance de perigo, para ambas as partes.

Neste segundo jogo, não espero uma grande atuação das equipes, mas, torço por isso. Sinceramente acho que será uma péssima partida, porém, gostaria profundamente de queimar a língua, ou melhor, os dedos.

Falando de Seleção Brasileira. O time canarinho não atravessa um bom momento. Não ganhou nenhum grande jogo desde que Mano Menezes assumiu o cargo, a pouco mais de um ano. Esse jogo contra a Argentina é perfeito para o Brasil se auto intitular a melhor seleção do mundo.

Resta-nos esperar e não perdemos nenhum lance!

BRASIL x ARGENTINA

BRASIL: Jefferson; Danilo, Dedé, Réver e Cortês; Ralf, Rômulo e Lucas; Neymar, Borges e Ronaldinho Gaúcho

Técnico: Mano Menezes

ARGENTINA: Orión; Cellay, Desábato, Sebá Dominguez e Pillud; Fernández, Canteros, Papa e Montillo; Mouche e Viatri

Técnico: Alejandro Sabella

Local: Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), em Belém (PA)

Data: 27 de setembro de 2011, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Assistentes: Pablo Fandiño e Mauricio Espinosa (ambos do Uruguai) 

Pabllo Cezar R. Maia (pcezarfut)  



pcezarfut 23:12
[ envie esta mensagem ]





Desespero mineiro!

As equipes mineiras estão passando por um momento incompreensível. Os times tem bons elencos, bons treinadores, bons diretores e bons substitutos, porém essas qualidades não conseguem dar vitorias as equipes. Na minha opinião a situação mais desesperadora e do Cruzeiro, pois, o clube celeste não está acostumado a este tipo de situação. O galo está bem habituado a esse tipo de ocasião, já que quase todo ano o time vive essa experiência. O América não disputava a serie A do Campeonato Brasileiro à quase dez anos, e esse ano tinha a oportunidade de pelo manter-se entre os vinte melhores do Brasil. Mas, parece que o coelho ainda não estava preparado para esse desafio, e, está em último. Outro fator reclamado pelas equipes é a falta de estádio, mas, ao meu ver isso não é um motivo tão grande.

Cruzeiro:

ao meu ver a condição cruzeirense é terrivelmente desesperadora. O time nunca desde o inicio da era dos pontos corridos esteve numa situação parecida. Além disso, o clube azul esta achando que vai perder, perder, perder... e continuar entre a 14º, 15º, e 16º. Mas não é bem assim. Vai chegar um dia que a equipe vai entrar na zona da degola, e ai, sair não vai ser fácil.

Outra coisa que complica o time é o fato da equipe não jogar bem. O Cruzeiro perde e joga mal, como aconteceu na partida contra o Vasco. Um exemplo contrario é o seu próprio rival, o galo: o time alvinegro perde, mas joga bem e às vezes até melhor que seu adversário.

Resumindo: se o Cruzeiro não se cuidar, vai acabar caindo para a serie B do Campeonato Brasileiro. O time não pode achar que nunca cairá, pois, todos os times um dia caem. E, mais um detalhe: o time caiu na má fase no pior momento da competição. Já que o campeonato está no final.

América/MG:

O time americano é simplesmente o último colocado na tabela de classificação. A equipe não tem nenhuma justificativa, joga mal, perde e, muito provavelmente será rebaixado para a serie B do Campeonato Brasileiro.

O América é a equipe mineira na serie A que não tem defesa.

Atlético/MG:

O galo é o time mineiro ‘’melhor condicionado’’ na competição. O time muitas vezes joga espetacularmente bem, melhor que seu adversário, mas, perde. Na verdade, o grande problema alvinegro é a falta de um verdadeiro finalizador, já que nessas partidas em que o galo é melhor a bola não entra. É bem verdade que o clube trouxe dois bons centroavantes: André e Guilherme, mas, esses atletas não tem correspondido.

Classifico o galo (nesse campeonato) como: EMERGENTE, já que o time jogando bem da um certo alento à sua torcida.

Pabllo Cezar R. Maia (pcezarfut)

 

 

 

 



pcezarfut 22:59
[ envie esta mensagem ]





Cuca: ‘’não durmo direito’’...

Alexi Stival, o Cuca. Treinador do Atlético/MG concedeu uma entrevista ao jornalista do globoesporte.com José Ilan.

Primeiro a entrevista depois minha considerações.

ENTREVISTA:

O time ainda não conseguiu sair da zona do rebaixamento. Depois da sua chegada, o Atlético-MG evoluiu?

O time está jogando bem. O que deixa a gente confiante é que não temos jogado pior que nenhum dos nossos adversários. Jogamos igual ao Flamengo, igual ao Internacional, ao São Paulo no Morumbi… Tem faltado um pouco de sorte em alguns jogos. Mas temos tido mais posse de bola, mais finalizações… Agora temos uma sequência fundamental pra decidir nossa vida no campeonato, três jogos em casa. Ceará, América e o Santos.

O que foi preciso fazer para o time evoluir e chegar a um cenário menos ruim?

O que mudou é que a gente não tá aceitando a derrota como a aceitava antes. É fundamental não aceitar perder. Vai perder às vezes, mas não pode aceitar isso. Você vê o jogo com o Inter, a gente estava com um a menos, na casa deles e botamos sufoco, a bola ficava pererecando pra entrar no gol do Inter… Perdemos gols… Estivemos pra ganhar o jogo no Beira-Rio. Houve aquela revolta compreensível, porque há uma semana tivemos um gol igual mal anulado pelo Paulo César Oliveira. Quem não acompanha o dia a dia não entende, mas nós que estamos dentro sofremos com isso. E além de perder o jogo, perdemos o Réver expulso, o que atrapalha o nosso planejamento.

Depois das seis derrotas no começo do trabalho, você pensou em sair? Chegou a se arrepender de ter aceitado o cargo?

Eu cheguei no Atlético numa terça-feira e já estreei na quarta. Não pensei em sair, não. Sinceramente nunca pensei. E o presidente sempre foi muito transparente comigo, confiava no meu trabalho, também não falaram nada. Mas eu fiquei preocupado, claro, porque não é normal ficar tanto tempo assim sem ganhar um jogo. Tinha convicção de que as coisas iam mudar, porque quando muda um trabalho, muda geral. Demora um pouquinho para você ter aceitação e as coisas virarem. Mas hoje já está bem mais estabilizado, já tenho um controle bem maior da situação toda.

Faltam 12 jogos. Seis em casa, cinco fora e um clássico contra o Cruzeiro. Qual a estratégia para fugir do rebaixamento?

Eu peguei o simulador de vocês e simulei diversas situações. Passei um simulador pra cada jogador na última concentração. Fizemos simulações de todos os nossos adversários, ficamos uma hora e meia nisso, cada jogador participou. Foi pra nós interagirmos e para que haja comprometimento de todos. Todo mundo tem que estar envolvido, não adianta só eu. Não tenho hoje um número para escapar do rebaixamento, mas eu imagino que talvez com 42 ou 43 vá escapar este ano. Mas às vezes a projeção que a gente faz cai por terra. O fundamental é ganhar essas próximas três partidas. Depois vamos ter mais nove para alcançar o número de pontos necessários.

É uma tarefa tão complicada quanto a que você enfrentou há dois anos pelo Fluminense, quando foi obrigado a vencer seis dos últimos sete jogos?

Não, não. Aquela do Fluminense era infinitamente mais complicada, muuuuito mais complicada. Faltavam onze jogos e não podia perder nenhum. E não perdemos. Vou te dizer uma coisa: ali foi coisa de Deus, vai acontecer uma ou outra na vida inteira. E tinha a Sul-Americana ao mesmo tempo, que era tão importante que a gente não podia abrir mão. Mas tivemos comprometimento de todos. E hoje eu já tenho esse comprometimento também no Atlético, só não temos tido ainda a eficácia ali na frente pra matar o jogo. Quando tivermos isso, vai melhorar e a gente vai sair dessa.

Então, se salvou aquela muito mais difícil, vai salvar o Atlético este ano? Dá pra garantir isso?

Quem dera que fosse assim (risos), mas a luta é dura, amigo! Vou te contar uma coisa… Eu não durmo direito. Acordo, fico pensando nisso, naquilo, numa série de coisas, porque não tá fácil. É time de massa, tinha que estar lutando por título, né? Mas estamos lutando pra sair da zona do rebaixamento, ainda estamos a quatro pontos (do Cruzeiro) e a cinco do Ceará e do Bahia… Mas vamos brigar. Temos jogos em casa agora e temos que fazer por onde vencer. E a gente sabe a força da torcida, que é fundamental.

Você enfatizou a força da torcida do Galo. Tem recebido cobranças nas ruas?

Tenho, claro. Chegamos no aeroporto, fui cobrado… É encrenca, não querem saber se você chegou ontem ou anteontem. Querem resultado e têm razão… Mas eles têm que saber que a única chance da gente sair é eles estando do lado. Porque outras torcidas não vão ter essa harmonia com a equipe. E aí pode ser nosso ponto forte.

Quem tá pintando como campeão esse ano?

Não dá pra saber, porque vai ter um atropelo final. Um desses que estão em cima, pode ser qualquer um, vai dar uma desgarrada final. Não dá pra dizer ainda.

Quem são os candidatos?

Esses de cima, todos eles. Mas vou te ser bem sincero: não tenho olhado muito lá pra cima… (risos) Tenho olhado mais é pra parte de baixo, mesmo…

Bom, vamos falar então da parte de baixo: quem ainda está no bolo dos ameaçados ao rebaixamento?

Acho que vai ali até o Atlético-GO, que tem jogado bem, tá ganhado jogo, mas tem uma tabela ruim pela frente. A tabela do Bahia não é boa, a tabela do Ceará também não é… Vai dar muita emoção até o fim. E os times têm ganho partidas que ninguém espera. Figueirense ganhou do Santos, Atlético-PR ganhou do Flamengo, Ceará e Bahia também… Ninguém esperava, porque o Flamengo estava disputando lá em cima, mas aconteceram. E pode acontecer com outros clubes também. Não tem nada que se possa dizer assim “ah, esse já caiu”… Você viu o América aí que só perdeu no finzinho com o Flamengo… Tá tudo aberto.

Você dirigiu o Cruzeiro no primeiro semestre, quando ele foi considerado quase unanimemente como o melhor time do Brasil. Imaginava que ele pudesse terminar o ano tão mal?

Eu acho que o Cruzeiro jogou o melhor futebol das Américas no começo do ano. Quando perdeu, numa tacada só, três atacantes mudou muito a coisa, porque o nosso jogo era de ataque. A gente fazia muitos gols: cinco, quatro, sete… Isso em jogos de Libertadores! Dava uma segurança grande, o adversário tinha que vir fechado. Aí perdemos naquela ocasião em casa, um acidente. E quando eu saí do Cruzeiro, falei com os diretores que era para dar chance de um outro profissional tirar do grupo algo que eu não conseguiria mais tirar. Mas não imaginava que haveria uma queda tão grande assim…

Pra min, Cuca está certo quando diz que o galo joga muitas vezes melhor que o adversário. Está certo quando diz que a situação é bem mais fácil do que aquela com o Fluminense a dois anos atrás, mas, que isso não garante o galo na serie A.

Pabllo Cezar R. Maia (pcezarfut)

 



pcezarfut 22:50
[ envie esta mensagem ]